Acesse Nossas Redes Sociais

Direitos

Qual a Melhor Idade para se Aposentar 

Publicado

em

Á primeira vista, para saber Qual a Melhor Idade para se Aposentar, é importante citar que a idade ideal para se aposentar varia de acordo com alguns fatores:  desde a idade, sexo, tempo de serviço condição de saúde e contribuições para as previdências tanto privadas quanto públicas.

qual-a-melhor-idade-para-se-aposentar Qual a Melhor Idade para se Aposentar 

Nesse sentido, vamos trazer neste artigo informações de relevância legal de forma intuitiva para agregar conhecimento a quem busca facilidade para alcançar a tão sonhada aposentadoria.

E aí? Chegou a hora de se aposentar?

Melhor Idade para se Aposentar, o que é?

Em primeiro lugar vamos entender o que de fato significa a palavra aposentadoria.

Segundo o dicionário, ‘APOSENTADORIA’ quer dizer: Afastamento do serviço ativo, após completar os anos estipulados pela lei para o exercício de uma atividade, ou antes desse tempo, por invalidez.

Contudo, hoje no nosso país, o principal órgão que assegura e promove a aposentadoria dos trabalhadores é o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Que tem uma variação de possibilidades para garantir esse direito, sem considerar apenas o tempo de serviço, idade ou por uma condição de saúde imutável que impossibilite o trabalhador de seguir com a função. Fato esse, que também faz com que a idade seja variável.

qual-a-melhor-idade-para-se-aposentar-1 Qual a Melhor Idade para se Aposentar 

Quais os principais tipos de aposentadoria

Veja a seguir os 5 principais exemplos:

  1. Aposentadoria por tempo de contribuição: considerando 35 anos para os homens e 30 anos para as mulheres. Como ponto positivo, não existe idade mínima uma vez que o indivíduo tenha o tempo de contribuição suficiente;
  2. Aposentadoria por idade: Acontece quando o indivíduo atinge uma determinada idade que é considerada de risco para o desempenho da função. 65 anos para os homens, 62 anos para as mulheres.
  3. Aposentadoria Especial: É um benefício destinado para contribuintes que exercem funções insalubres, ou seja, que oferecem riscos nocivos à saúde. A idade exigida, varia de acordo com o grau de risco das atividades: 25 anos de contribuição em casos de nocividade leve, 20 anos de contribuição em casos de nocividade moderava, 15 anos de contribuição em casos de nocividade de grau grave;
  4. Aposentadoria por invalidez: é concedida quando o assegurado perde a capacidade para o trabalho quando o mesmo sofre de uma incapacidade permanente ou total de exercer a sua atividade laboral.
  5. Aposentadoria para professores: para os homens são 30 anos de contribuição e para as mulheres 25 anos. Importante também destacar que as idades relevadas também são diferentes, sendo elas: 52 anos para mulheres e 55 anos para os homens.

Todavia, devemos considerar as informações a cima como válidas, após a reforma da previdência que passou a valer em 13/11/2019, e que ainda existe um sistema de contagem de pontos e da nova reforma.

Por outro lado, sem invalidar os benefícios sociais expostos anteriormente, existe a possibilidade de aposentadoria através da previdência privada, que não possui vínculo com o sistema do INSS.

Podendo funcionar como único meio ou como complemento da previdência social, uma espécie de renda extra para aposentados, por que de fato quem se aposenta a través do sistema social fica impossibilitado de trabalhar de maneira formal novamente, e caso isso aconteça o benefício é interrompido.

Ao contrário da primeira opção, a previdência privada tem requisitos diferentes e mais ‘maleáveis’ para atingir o seu objetivo.

Como resultado é possível encontrar no mercado várias modalidades de previdência privada com objetivos distintos, além é claro da aposentadoria como fonte de renda e estabilidade financeira.

qual-a-melhor-idade-1 Qual a Melhor Idade para se Aposentar 

Assim também podemos listar os dois tipo de serviços que podem ser encontrados e analisar como cada um deles pode se encaixar na necessidade de quem o busca.

  1. PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre): Costuma ser oferecido por bancos, corretoras e instituições financeiras, é um dos principais tipos de previdência privada oferecidos no Brasil. Indicado para pessoas que fazem declaração de imposto de renda completa e que contribuem regularmente para a previdência social.
  2. VGBL (Vida Gerador de Benefícios): Funciona como um seguro de vida. Indicado para pessoas que fazem a declaração simplificada do imposto de renda, e investidores que desejam destinar mais de 12% da sua renda bruta anual.

Acima de tudo é uma decisão importante, então contatar uma instituição profissional na área que possa orientar acerca da escolha é sempre a escolha mais viável.

Investir em previdência privada trás excelentes resultados tributários em situações aonde o dinheiro fica aplicado a longo prazo

Logo se levarmos por regra as possibilidades abrangentes que essa modalidade oferece como a sucessão patrimonial, metas a longo prazo como estudo para os filhos ou a compra de imóveis e a realização de uma tão sonhada viajem para o exterior.

Não existe idade mínima para iniciar o investimento da sua previdência privada, também não existe limite estabelecido para o ato, ou seja, a idade ideal para um investimento ou aposentadoria privada vai depender das possibilidades e objetivos do contribuinte.

Em conclusão, tratando-se ainda de idade ideal para a aposentadoria, podemos concluir que é e relativa e variável conforme a realidade do solicitante.

Importante ressaltar que existem órgãos públicos e privados competentes para orientar sobre o processo.

Por fim, se você está pensando em se aposentar através do INSS contate os serviços da sua cidade ou acesse o site INSS.GOV.

Encontrou algo errado ou desatualizado? Avise-nos deixando um comentário ou enviando um e-mail para: [email protected]
hpg-google-news Qual a Melhor Idade para se Aposentar 
Compartilhe:

Baiana, natural da capital Salvador, Luciana Simão é uma mulher sonhadora, e seu maior desejo é virar uma escritora famosa. Desde pequena gostava de escrever e atualmente uniu sua paixão com sua profissão. É formada em letras na UNISA, já trabalhou na redação de um importante jornal do nordeste e atualmente passa a maior parte do seu dia escrevendo matérias para renomados portais, dentre eles o HPG.

Clique para comentar

Deixe um comentário Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Direitos

Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

Publicado

em

Caso você não tenha votado na última eleição e não pretenda votar nessa, saiba que a não justificativa da sua ausência no voto, será multada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Somando a isso, todos nós sabemos que no Brasil a participação no processo eleitoral é um dever, não um direito, e são aplicadas multas eleitorais para quem não votou no dia, e deixou de justificar a sua ausência.

Muitas pessoas simplesmente não sabem disso e vão deixar de votar e justificar e receber multas pendentes que podem variar de alguns reais a dezenas de reais.

As multas nem sempre são altas, mas o não pagamento pode ter consequências muito problemáticas. Portanto, o ideal é sempre tentar votar e justificar sua ausência caso isso não seja possível.

Para facilitar um pouco a vida, agora você pode solicitar boletos via web ou pelo aplicativo e título, basta apresentar o comprovante no cartório eleitoral local.

Diante disso, nós decidimos produzir um artigo para você ficar por dentro de todas as informações a respeito desse assunto. Confira abaixo!

multa-eleitoral-por-nao-votar-valor-justificativa Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

Qual o valor da multa eleitoral? Como funciona o pagamento? 

O valor da multa eleitoral é individualmente determinado por um juiz eleitoral. Cada turno no qual o cidadão não vota gera uma multa diferente.

É possível que a multa varia dependendo do caso ou da justificativa, de acordo com a análise realizada pelo juiz.

Além disso, é importante lembrar que se você não votar e não justificar a audiência, pode demorar até 60 dias para pagar a multa eleitoral.

Para isso, é necessário solicitar a GRU – Guia de Arrecadação Sindical – no Cartório Eleitoral Brasileiro e pagar em uma agência bancária, correios ou lotéricas.

Quem não votar pode se livrar da multa apresentando um requerimento para justificar o voto após a eleição. Isso pode ou não ser isento de pagamento.

Deve-se notar também que, se você faltar ao serviço eleitoral mais de três vezes consecutivas sem um bom motivo, poderá ser desqualificado e poderá precisar solicitar um novo.

Como posso justificar minha ausência quando não posso votar?  

Tenha em mente que justificar o absenteísmo é muito fácil e não só poupa as multas de não discar, como também poupa as dores de cabeça que geralmente ocorrem por falta de atenção a esse assunto.

Tudo o que você precisa fazer é ir ao local onde a eleição está ocorrendo e usar seu título de eleitor para perguntar por quê.

Você será encaminhado para a sala com a papelada para preencher e sua justificativa foi feita sem problemas.

multa-eleitoral-por-nao-votar-valor-justificativa-o-que-fazer-e-outras Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

Quais são as consequências de não pagar uma multa por não votar?

É normal que muitos pensem que não é importante saber o valor da multa eleitoral por não votar, que é o maior risco desse processo.

As multas são realmente insignificantes, mas as consequências de pagá-las não são. Aqueles que não pagaram suas dívidas com o sistema eleitoral ficam com muitas funções bloqueadas do estado do Brasil.

Por exemplo, você não pode solicitar ou renovar seu passaporte ou carteira de identidade.

Além disso, abrir licitações, receber recursos de órgãos governamentais e até participar de licitações estão se tornando atividades restritas.Mesmo bancos e instituições financeiras não podem lhe dar crédito.

Mesmo instituições educacionais e burocráticas não podem atualizar documentos, obter cadastros ou fornecer materiais até que a dívida seja quitada.

Portanto, você não enfrentará multas que ainda não tem o direito de votar. O ideal é pagar a multa eleitoral imediatamente. O valor é pequeno e o risco de endividamento é grande demais para manter.

A multa por não votar é pequena?

O valor da multa eleitoral vai variar de R$ 1,05 a R$ 3,51 para cada turno que o eleitor não comparecer.

Como já mencionado, esse valor pode ser aumentado em até 10 vezes pelo Juiz Eleitoral, chegando a até R$ 35,14 para cada cédula em que o eleitor não votou.

No entanto, pagar uma multa por não votar não elimina todas as dores de cabeça relacionadas ao seu direito (ou obrigação) de votar. Após o pagamento, o eleitor deve se dirigir ao rol eleitoral e fazer a regularização no sistema da lei eleitoral.

multa-eleitoral-por-nao-votar-valor-justificativa-o-que-fazer-e-outras-informacoes Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

O título pode ser cancelado?

Para tal, apresente os seus documentos pessoais (RG, carta de condução ou carteira de trabalho) e fotografia no cartório, apresente um requerimento para justificar a sua escolha após a eleição e justifique a sua ausência à eleição.

Este documento pode ser um atestado médico ou uma passagem de ônibus ou avião que justifique sua viagem.

Em conjunto, tudo isso está de acordo com o tribunal eleitoral para as multas eleitorais pagas.

Além disso, tome cuidado se estiver realmente cansado do processo político do país. Se você realizar três eleições consecutivas sem votar, poderá ser privado do seu direito de votar.

Portanto, esteja ciente de que não votar pode ser na forma de seu protesto, mas com consequências. Primeiro, como acabamos de ver, você tem que passar pela maratona e pagar uma multa eleitoral para justificar a não votação.

Isso é pequeno, mas a maratona em busca de documentação é chata.

Em segundo lugar, se você não se justificar perante o tribunal eleitoral, enfrentará algumas penalidades.

Acima de tudo, não posso obter um passaporte, por isso não posso viajar para o exterior ou obter uma carteira de identidade. E se você for funcionário público, não poderá receber seu salário.

Agora que você possui informações detalhadas sobre a multa eleitoral por não votar, compartilhe este artigo para que mais pessoas saibam sobre esse tema!

Encontrou algo errado ou desatualizado? Avise-nos deixando um comentário ou enviando um e-mail para: [email protected]
hpg-google-news Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer
Compartilhe:
Continue Lendo...

Novidades

Categorias

Páginas

Conteúdo em Destaque

HPG - Hábito Pragmático é gerido por Miidia Serviços de Publicidade Web EIRELI – CNPJ 14.444.032/0001-90 - Contato: [email protected] - Todo nosso conteúdo é original, de propriedade do HPG e pode ser reproduzido, desde que apontada a devida fonte com um link para nossa Home Page ou página em questão. Conteúdo de ordem Prática, Objetiva e Realista.