Acesse Nossas Redes Sociais

Direitos

Seguro Desemprego 2022: Número de Parcelas

Publicado

em

Todos os trabalhadores que foram demitidos sem justa causa, recebem um valor maior de seguro desemprego 2022 A tabela da faixa salarial que foi utilizada para fazer o cálculo do valor e número das parcelas do seguro desemprego , seguiu o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Saiba mais sobre o Seguro Desemprego 2022 , quem terá direito e qual será o número de parcelas.

seguro-desemprego.jpg Seguro Desemprego 2022: Número de Parcelas

O que é o seguro desemprego

O seguro desemprego é um benefício pago por um determinado tempo para os trabalhadores que foram mandados embora em justa causa.
Para ter direito a esse seguro, é preciso ter trabalhado de carteira assinada e cumprir outros requisitos como o tempo de trabalho, por exemplo.

Quem tem direito ao seguro desemprego 2022

Para ter direito e acesso a esse benefício, o trabalhador deve cumprir alguns requisitos. Veja quais são eles:

  • Ter sido mandado embora sem justa causa
  • Ter recebido salários de pessoa jurídica ou física equiparada à jurídica, pelo menos por 112 meses nos últimos 18 meses anteriores à data de dispensa antes da primeira solicitação
  • Ter recebido salários de pessoa física ou jurídica equipara a uma jurídica por pelo menos 9 meses dos últimos 12 anteriores à data da dispensa quando fizer a segunda solicitação
  • Não possuir nenhuma renda própria para sustentar a sua família e para si mesmo
  • Ter recebido salários de contratante jurídico ou físico a cada um dos 6 meses anteriores à data que ocorreu a dispensa, quanto das outras solicitações
  • Não estar recebendo nenhum Benefício de Prestação Continuada (BPC) da previdência social, exceto pensão por auxílio-acidente ou por morte.

Além disso, aqueles que são considerados como trabalhadores com contrato suspenso por participação em curso ou programa de qualificação profissional, também podem receber o benefício.

Trabalhador formal é aquele que possui carteira assinada e que foi demitido sem justa causa ou ocorreu a dispensa indireta.

parcelas-seguro-desemprego.jpg Seguro Desemprego 2022: Número de Parcelas

Número de parcelas do seguro desemprego 2022

O número de parcelas do seguro desemprego 2022 vão depender da quantidade de vezes que o trabalhador já solicitou. Veja algumas opções:

1a solicitação do benefício:

Ter trabalhado no mínimo 12 meses nos últimos 18 antes de acontecer a dispensa. Deve ser necessário comprovar tempo de trabalho de 12 a 23 meses ou mais, e o número de parcelas poderá ser de 4 a 5.

2a solicitação do benefício:

Trabalhou por pelo menos 9 meses nos últimos 12 meses antes da dispensa. Deverá comprovar o tempo de 9 a 11 meses, e o número de parcelas poderá ser de 3 até 5.

3a Solicitação do benefício:

Trabalhado no menos 6 meses antes da demissão, e comprovar de 6 a 11 meses, de 12 a 23 meses ou mais de 24 meses de trabalho. O número de parcelas do seguro poderá ser de 3 até 5.

É importante lembrar que o trabalhador deve pedir o seguro desemprego entre o 7° até 120° dias após a demissão.

Valor do seguro desemprego 2022

O valor do seguro desemprego 2022 poderá ser diferente para cada tipo de trabalhador, ou seja, formal, doméstico, pescador artesanal, resgatado ou trabalhador com bolsa qualificação.

Portanto, no momento da solicitação no site do Governo Federal, cada tipo saberá a quantia que vai receber e o números das parcelas.

desemprego.jpg Seguro Desemprego 2022: Número de Parcelas

Como receber o seguro desemprego 2022?

Agora que você sabe o que é o seguro, quem tem direito e qual o número de parcelas, veja abaixo como receber este benefício:

O primeiro passo é verificar qual dos tipos de trabalhadores você se enquadra, verifique os requisitos para conseguir receber o seguro com a documentação:

  • Documento de identificação com Foto
  • CPF
  • Carteira de trabalho
  • Documento para identificação de inscrição no PIS/PASEP
  • Documentação de requerimento do Seguro-desemprego
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT) para os contratos superiores a 1 ano trabalhado
  • Termo de Homologação de Rescisão do Contrato de Trabalho, que acompanha o TRCT nas rescisões de contrato do trabalho que possuem mais de 1 ano de serviço e o mesmo com aqueles que possuem menos de um ano
  • Documento de levantamento dos depósitos no FGTS ou extrato comprobatório de cada depósito

Depois será necessário ir até uma agência que seja credenciada pela Secretaria do Trabalho. A mais comum para solicitação é a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, ou o Sistema Nacional do Emprego.

Para conseguir retirar o valor mensal, caso o trabalhador possua conta poupança ou a conta Caixa Fácil no Banco da Caixa Econômica Federal, vai conseguir receber o valor de forma automática na conta.
Caso não tenha, poderá retirar o pagamento pessoalmente nos seguintes locais:

  • Lot Rica
  • Centro de autoatendimento da caixa econômica federal com o cartão do cidadão
  • Agência do banco da caixa (pode ser qualquer um)
  • Correspondente do Caixa Aqui.

Agora que você já sabe o número de parcelas do seguro desemprego 2022 , e estiver por dentro de todos os requisitos, poderá fazer a solicitação conforme explicamos.

Lembre-se de ter todas as documentações necessárias para fazer o pedido, e também para conseguir pegar o pagamento.

Encontrou algo errado ou desatualizado? Avise-nos deixando um comentário ou enviando um e-mail para: [email protected]
hpg-google-news Seguro Desemprego 2022: Número de Parcelas
Compartilhe:

Natural de Recife/PE, Guilherme Sabioni é redator profissional há mais de 10 anos e escreve por paixão. Formado em Letras pela UNIFCV, adora viajar pelo Brasil e é jogador de poker recreativo. Está sempre por dentro das principais notícias e acontecimentos do país para produzir um conteúdo de extrema qualidade e sempre atualizado.

Clique para comentar

Deixe um comentário Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Direitos

Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

Publicado

em

Caso você não tenha votado na última eleição e não pretenda votar nessa, saiba que a não justificativa da sua ausência no voto, será multada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Somando a isso, todos nós sabemos que no Brasil a participação no processo eleitoral é um dever, não um direito, e são aplicadas multas eleitorais para quem não votou no dia, e deixou de justificar a sua ausência.

Muitas pessoas simplesmente não sabem disso e vão deixar de votar e justificar e receber multas pendentes que podem variar de alguns reais a dezenas de reais.

As multas nem sempre são altas, mas o não pagamento pode ter consequências muito problemáticas. Portanto, o ideal é sempre tentar votar e justificar sua ausência caso isso não seja possível.

Para facilitar um pouco a vida, agora você pode solicitar boletos via web ou pelo aplicativo e título, basta apresentar o comprovante no cartório eleitoral local.

Diante disso, nós decidimos produzir um artigo para você ficar por dentro de todas as informações a respeito desse assunto. Confira abaixo!

multa-eleitoral-por-nao-votar-valor-justificativa Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

Qual o valor da multa eleitoral? Como funciona o pagamento? 

O valor da multa eleitoral é individualmente determinado por um juiz eleitoral. Cada turno no qual o cidadão não vota gera uma multa diferente.

É possível que a multa varia dependendo do caso ou da justificativa, de acordo com a análise realizada pelo juiz.

Além disso, é importante lembrar que se você não votar e não justificar a audiência, pode demorar até 60 dias para pagar a multa eleitoral.

Para isso, é necessário solicitar a GRU – Guia de Arrecadação Sindical – no Cartório Eleitoral Brasileiro e pagar em uma agência bancária, correios ou lotéricas.

Quem não votar pode se livrar da multa apresentando um requerimento para justificar o voto após a eleição. Isso pode ou não ser isento de pagamento.

Deve-se notar também que, se você faltar ao serviço eleitoral mais de três vezes consecutivas sem um bom motivo, poderá ser desqualificado e poderá precisar solicitar um novo.

Como posso justificar minha ausência quando não posso votar?  

Tenha em mente que justificar o absenteísmo é muito fácil e não só poupa as multas de não discar, como também poupa as dores de cabeça que geralmente ocorrem por falta de atenção a esse assunto.

Tudo o que você precisa fazer é ir ao local onde a eleição está ocorrendo e usar seu título de eleitor para perguntar por quê.

Você será encaminhado para a sala com a papelada para preencher e sua justificativa foi feita sem problemas.

multa-eleitoral-por-nao-votar-valor-justificativa-o-que-fazer-e-outras Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

Quais são as consequências de não pagar uma multa por não votar?

É normal que muitos pensem que não é importante saber o valor da multa eleitoral por não votar, que é o maior risco desse processo.

As multas são realmente insignificantes, mas as consequências de pagá-las não são. Aqueles que não pagaram suas dívidas com o sistema eleitoral ficam com muitas funções bloqueadas do estado do Brasil.

Por exemplo, você não pode solicitar ou renovar seu passaporte ou carteira de identidade.

Além disso, abrir licitações, receber recursos de órgãos governamentais e até participar de licitações estão se tornando atividades restritas.Mesmo bancos e instituições financeiras não podem lhe dar crédito.

Mesmo instituições educacionais e burocráticas não podem atualizar documentos, obter cadastros ou fornecer materiais até que a dívida seja quitada.

Portanto, você não enfrentará multas que ainda não tem o direito de votar. O ideal é pagar a multa eleitoral imediatamente. O valor é pequeno e o risco de endividamento é grande demais para manter.

A multa por não votar é pequena?

O valor da multa eleitoral vai variar de R$ 1,05 a R$ 3,51 para cada turno que o eleitor não comparecer.

Como já mencionado, esse valor pode ser aumentado em até 10 vezes pelo Juiz Eleitoral, chegando a até R$ 35,14 para cada cédula em que o eleitor não votou.

No entanto, pagar uma multa por não votar não elimina todas as dores de cabeça relacionadas ao seu direito (ou obrigação) de votar. Após o pagamento, o eleitor deve se dirigir ao rol eleitoral e fazer a regularização no sistema da lei eleitoral.

multa-eleitoral-por-nao-votar-valor-justificativa-o-que-fazer-e-outras-informacoes Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer

O título pode ser cancelado?

Para tal, apresente os seus documentos pessoais (RG, carta de condução ou carteira de trabalho) e fotografia no cartório, apresente um requerimento para justificar a sua escolha após a eleição e justifique a sua ausência à eleição.

Este documento pode ser um atestado médico ou uma passagem de ônibus ou avião que justifique sua viagem.

Em conjunto, tudo isso está de acordo com o tribunal eleitoral para as multas eleitorais pagas.

Além disso, tome cuidado se estiver realmente cansado do processo político do país. Se você realizar três eleições consecutivas sem votar, poderá ser privado do seu direito de votar.

Portanto, esteja ciente de que não votar pode ser na forma de seu protesto, mas com consequências. Primeiro, como acabamos de ver, você tem que passar pela maratona e pagar uma multa eleitoral para justificar a não votação.

Isso é pequeno, mas a maratona em busca de documentação é chata.

Em segundo lugar, se você não se justificar perante o tribunal eleitoral, enfrentará algumas penalidades.

Acima de tudo, não posso obter um passaporte, por isso não posso viajar para o exterior ou obter uma carteira de identidade. E se você for funcionário público, não poderá receber seu salário.

Agora que você possui informações detalhadas sobre a multa eleitoral por não votar, compartilhe este artigo para que mais pessoas saibam sobre esse tema!

Encontrou algo errado ou desatualizado? Avise-nos deixando um comentário ou enviando um e-mail para: [email protected]
hpg-google-news Multa Eleitoral por Não Votar: Valor, Justificar, O que Fazer
Compartilhe:
Continue Lendo...

Conteúdo da Página

Novidades

Categorias

Páginas

Conteúdo em Destaque

HPG - Hábito Pragmático é gerido por Miidia Serviços de Publicidade Web EIRELI – CNPJ 14.444.032/0001-90 - Contato: [email protected] - Todo nosso conteúdo é original, de propriedade do HPG e pode ser reproduzido, desde que apontada a devida fonte com um link para nossa Home Page ou página em questão. Conteúdo de ordem Prática, Objetiva e Realista.